Motorhomes NETBR » Blog Archive » 17/DEZ/09 - Ministério do Turismo lança Plano Aquarela 2020

17/DEZ/09 - Ministério do Turismo lança Plano Aquarela 2020

Rio de Janeiro, sede da Olimpíada de 2016 Foto: Divulgação

Rio de Janeiro, sede da Olimpíada de 2016 Foto: Divulgação

A Copa do Mundo em 2014 e a Olimpíada em 2016 são vistas como oportunidades valiosas para o aumento do turismo brasileiro, mas um planejamento de longo prazo é fundamental para um crescimento consolidado. Com base nessa premissa, o Ministério do Turismo apresentou o Plano Aquarela 2020 - Marketing Turístico Internacional do Brasil. O lançamento foi feito nesta quarta-feira (16) no Rio de Janeiro.

“A maior conquista é que saímos do empirismo. Todo o planejamento foi construído a partir de uma série de pesquisas quantitativas e qualitativas com vários segmentos do setor. Com o primeiro Plano Aquarela 2005 a 2009, alcançamos resultados positivos. Agora, damos um segundo passo importante que vai cobrir um período mais longo e este conjunto de iniciativas públicas não representam uma política de governo, mas uma política de estado”, enfatizou o ministro do Turismo, Luiz Barreto.

Para sediar a Copa do Mundo e a Olimpíada, serão feitos grandes investimentos nos próximos anos em áreas como infraestrutura e qualificação de pessoal. Na avaliação do ministério, isso representa a chance de comprovar a nossa capacidade na organização de grandes eventos. O Plano Aquarela 2020 tem uma série de ações para potencializar os ganhos deste período, projetando no mercado turístico global a imagem de um Brasil moderno, competente e dono de uma enorme diversidade.

A meta é que o País seja um dos principais destinos do mundo até 2020. A previsão é de que o número de turistas estrangeiros aumente 113%, chegando a 11 milhões no final da década, com uma entrada de divisas calculadas em US$ 17,6 bilhões.

A presidente da Embratur, Jeanine Pires, destacou que toda a estratégia levou em conta a importância destes dois grandes eventos, mas que o planejamento vai bem além. O Brasil já é o destino mais procurado da América do Sul e ocupa a sétima posição na realização de eventos. As pesquisas mostraram ainda que o País faz parte do imaginário mundial, tendo, entre os seus pontos fortes, a diversidade cultural e a receptividade do povo brasileiro. Também foi constatado que o País se distancia da imagem de um lugar exótico.

“Nosso eixo de atuação se baseia em aprender com as experiências de outros países, inovar, planejar, monitorar e atualizar a imagem do Brasil e, para isso, serão feitas várias campanhas internacionais aproveitando a enorme visibilidade que o País terá no cenário mundial. Outro ponto importante é a implantação de uma estratégia unificada entre o setor público e o setor privado”, destacou Pires.

Na consolidação de novos destinos e a promoção do desenvolvimento em todas as regiões do País, o ministro Luiz Barreto lembrou a importância da atuação do Sebrae. “O turismo é feito de pequenas empresas e a expertise desta Instituição é fundamental para o aprimoramento do setor”.

“Pensar adiante ajuda a organizar e dar uniformidade de ações para alcançar grandes objetivos. O Brasil terá uma exposição mundial fabulosa. Isso representa um impacto significativo e um enorme potencial de crescimento para os pequenos negócios, alcançando inclusive aqueles que tem produtos associados como o artesanato por exemplo. Neste cenário, vamos ajudar a construir e aprimorar ainda mais a competência, a avaliação positiva e a qualidade dos serviços das micro e pequenas empresas brasileiras”, afirmou o diretor técnico do Sebrae Nacional, Luiz Carlos Barboza.

Serviço:

Agência Sebrae de Notícias - (61) 3348 7138 e 2107-9362

Fonte: Agência Sebrae de Notícias



Comente aqui