Motorhomes NETBR » Blog Archive » 13/ABR/10 - Destinos >> Belo Horizonte

13/ABR/10 - Destinos >> Belo Horizonte

Praça da Liberdade: arquitetura eclética contorna belos jardins - Foto: Geraldo dos Anjos (Belotur)

Praça da Liberdade: arquitetura eclética contorna belos jardins - Foto: Geraldo dos Anjos (Belotur)

A capital de Minas Gerais é uma metrópole com todas as letras, mas não perdeu o jeitinho de cidade do interior. Urbana e ao mesmo tempo bucólica, Belo Horizonte tem pão-de-queijo, cachaça, parques e botecos; além de intensa programação cultural, lojas sofisticadas e restaurantes estrelados.

Emoldurada por serras e montanhas, a primeira cidade planejada do pa√≠s foi a escolhida pelo arquiteto Oscar Niemeyer para seu debut profissional, na d√©cada de 40. As obras enfeitam o contorno da lagoa da Pampulha, um dos cart√Ķes-postais de “Beag√°” - como a capital √© carinhosamente chamada por seus moradores. Por l√° est√£o o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile, e a bela igreja de S√£o Francisco de Assis, ornamentada com 14 pain√©is de azulejo de autoria de C√Ęndido Portinari. No Centro, os destaques arquitet√īnicos ficam por conta do Pal√°cio da Liberdade, em estilo art d√©co; e do Pal√°cio das Artes, cujos palcos s√£o constantemente ocupados por renomados grupos como Corpo (dan√ßa), Galp√£o (teatro) e Giramundo (teatro de bonecos), originais de Belo Horizonte.

Um outro tipo de cultura tamb√©m se faz presente na capital: a da boa mesa. Espalhados por diversos bairros - em especial na Savassi e em Lourdes -, os restaurantes capricham quando o assunto √© a farta e saborosa culin√°ria mineira. A cozinha internacional, entretanto, tamb√©m se faz presente e encanta at√© mesmo os paladares criados √† base de feij√£o-tropeiro, tutu, couve, costelinha… A cidade abriga dezenas de excelentes casas especializadas em receitas italianas, francesas e at√© mesmo iranianas.

Apesar do glamour e da expans√£o da alta gastronomia, “belzonte” n√£o abre m√£o de seus tradicionais botecos. A cidade se orgulha de ter o maior √≠ndice de bares por habitante do pa√≠s, o que incentivou a cria√ß√£o, em 2000, do festival Comida di Buteco. O evento acontece nos meses de abril e maio, quando os clientes escolhem os melhores petiscos servidos na capital. Del√≠cias incrementadas com ling√ľi√ßa, lombinho ou torresmo sempre saem na frente e fazem ainda mais sucesso quando acompanhadas por um chope gelado ou uma t√≠pica branquinha.

Fonte: Férias Brasil



Comente aqui